Google+ Followers

sexta-feira, 8 de maio de 2015

A energia positiva do dinheiro

Usemos um exemplo bem simples: quando compramos uma caixa de fósforos, através de qualquer meio de comércio, estamos adquirindo o produto final do trabalho de uma série de pessoas.
Vejamos: alguém plantou uma árvore, que foi cortada e transportada por uma máquina até uma madeireira, que a vendeu a uma fábrica, que a cortou em diversos palitos, montou cada um com o produto que através da fricção o faça acender, montou as embalagens e coloco a cargo de uma empresa, fazer a distribuição ao estabelecimentos que atendam ao público em geral.
Agora, pare e pense. Desde o início do processo, quantas pessoas foram envolvidas até chegar à caixa de fósforos em nossas mãos? Se pensarmos que cada trabalhador envolvido neste processo tem família, multiplicamos ainda mais os envolvidos.
Só citamos um produto, e quantos não existem que utilizamos diariamente? Se visualizarmos a cada nova aquisição que fizermos, que estamos colaborando com o trabalho e a manutenção de um grande número de pessoas, estaremos pensando no dinheiro com muito mais carinho e libertando a energia poderosa que nele existe.
Da mesma forma, quando somos avarentos, ou seja, acumulamos o dinheiro apenas por acumular, não permitindo que essa energia positiva circule, ai sim, estaremos transformando o dinheiro em nosso senhor, e essa energia estagnada, com certeza, não nos fará bem.
Não queremos dizer que não devemos poupar ou termos nossas reservas, mas você deve saber muito bem a diferença entre poupar e ser avarento.
Não precisamos também, comprarmos tudo o que virmos a nossa frente. Que apenas, quando adquirimos algo, não o façamos com dó do que estamos gastando, mas sim, com alegria e desprendimento, na certeza que, através do nosso ato, estaremos circulando a energia positiva do dinheiro, auxiliando direta e indiretamente a muitas pessoas.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quiropuntura

Quiropuntura
Acupuntura nas palmas das mãos