Google+ Followers

domingo, 3 de agosto de 2014

Instantes

INSTANTES

Se pudesse viver de novo minha vida,
na próxima trataria de cometer mais erros.
Não tentaria ser tão perfeito, viveria mais frouxo.
Seria mais bobo do que fui; de fato,
levaria a sério só umas poucas coisas.
Seria menos higiênico.
Correria mais riscos, faria mais viagens,
contemplaria mais crepúsculos, escalaria
mais montanhas, nadaria em muitos rios.
Iria a mais lugares desconhecidos, comeria
mais sorvetes e menos vagens, teria mais
problemas reais e menos imaginários.
Fui uma pessoa dessas que viveu sensata e
pacificamente cada minuto de sua vida;
e é claro que tivemos momentos de alegria.
Mas, se pudesse voltar atrás, trataria
de ter somente bons momentos.
Pois, caso não saibam, disto está feita a
vida, só de momentos. Nunca percam o agora.
Eu era um desses que nunca vão a lugar algum
sem um termômetro, uma bolsa de água quente,
um guarda-chuvas e um pára-quedas; se pudesse
voltar a viver, viajaria com menos peso.
Se pudesse voltar a viver, andaria
descalço desde o começo da primavera
até o fim do outono.
Andaria de carrocinha, contemplaria
mais alvoradas e brincaria com as
crianças, se tivesse a vida pela frente.
Mas vejam, tenho 85 anos e sei que
estou morrendo.
 

 Texto atribuído ao escritor argentino Jorge Luis Borges - e também ao escritor norte-americano Don Herald.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quiropuntura

Quiropuntura
Acupuntura nas palmas das mãos