Google+ Followers

domingo, 30 de setembro de 2012

Tornar-se Si Mesmo

Estamos aqui empreendendo uma grande jornada. O grande psicólogo Carl Jung chamou esta jornada de "Processo de Individuação", que é a busca de um indivíduo para tornar-se "Si Mesmo". O renomado mitólogo Joseph Campbell chamou-a de "Jornada do Herói", a jornada em busca de si mesmo e de transcendência, onde o mais importante não é um ponto de chegada ou uma meta a ser alcançada, mas a jornada em si, com todos os seus desafios e aprendizados.

O desejo primordial de toda alma é evoluir, mas ao menos que ela encontre a si mesma, parece que tudo o mais não tem sentido. Este é um caminho que se abre naturalmente em nosso processo evolutivo, quando sentimos um chamado interior para empreender uma descoberta mais profunda de nós mesmos e dar um passo maior em busca da auto-realização.

Nesta caminhada, vamos retirando toda a poeira que encobriu o ouro da nossa alma ao longo de tantas experiências de vida. A poeira que fomos adquirindo porque acabamos “comprando” os valores externos, aceitamos os pré-conceitos, as cobranças sociais... e assim ficamos cada mais longe de nós mesmos, da nossa natureza essencial.

O Ego ilude, seduz, busca aprovação externa; mas nosso verdadeiro poder vem das profundezas da alma/self. Não se trata de ter poder sobre os outros, mas sobre a nossa própria felicidade e destino. O ego existe para nos ajudar a trazer nossos conteúdos inconscientes para a consciência, num processo contínuo de integração e ampliação.

Viver a partir da nossa perspectiva interna é o nosso maior desafio, o grande salto em nossa existência. Para nos ajudar nesta empreitada, contamos com um grande espelho – que é o próprio universo. Os eventos do mundo externo são reflexos do nosso mundo interno. Se tivermos um olhar mais profundo, podemos compreender o aprendizado contido em todas as experiências, mesmo que ele venha disfarçado de desafios, dores ou perdas. Podemos enxergar e integrar na consciência nossos conteúdos sombrios e também todo o ouro da nossa alma.

Quando conseguimos acessar nosso próprio poder, tudo pode ser curado. Quando confiamos na existência, podemos simplesmente ser como uma porta aberta, que nunca se fecha para as infinitas possibilidades da vida.

Nesta caminhada em busca de autoconhecimento, há duas perguntas fundamentais que precisamos descobrir a resposta:

- O que eu realmente quero?
- Será que estou seguindo os passos para realizar o meu propósito neste mundo?

Nós já portamos todas as respostas, mas temos que procurá-las dentro de nós. A nossa bússola de ouro é o nosso coração, que se comunica conosco através da nossa intuição. Ele é o elo entre nós e nossa alma, e também entre nós e a alma do universo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quiropuntura

Quiropuntura
Acupuntura nas palmas das mãos